BR Brew celebra 1 ano com investimento em estrutura e long necks
Últimos destaques Novo

Precoce e premiada: BR Brew celebra 1 ano com investimento em estrutura e long necks

Completando em junho seu primeiro ano, BR Brew revela ao Guia que lançará seus rótulos em long neck

Premiada, apostando na brasilidade, com os pés no chão, mas também ampliando investimentos e prestes a apresentar novidades ao mercado. É assim que a cervejaria BR Brew, de Sertãozinho (SP), cidade próxima a Ribeirão Preto, celebra neste mês de junho o seu aniversário de um ano de fundação, após um período em que conseguiu mostrar que precocidade e qualidade podem estar unidas.

Com projeto concebido em março de 2017, a BR Brew começou suas atividades pouco mais de um ano depois, em junho de 2018, unindo seis sócios – Guilherme Bidóia dos Santos, Leonardo Bezerra e Patrick Bannwart, administradores, e Ricardo Santos, Thiago Carneiro e Luiz Aiello, investidores.

Já em seus primeiros passos, a BR Brew apostou na qualidade, algo reconhecido através das premiações. Assim, em apenas um ano, ela conquistou a medalha de ouro e a Best Of Show no concurso do IPA Day 2018 com a Sangue no Zóio (Red IPA), também premiada com a de bronze no Concurso Brasileiro de Cerveja deste ano, onde a Última Gota (Kellerbier) recebeu a de ouro.

Esse reconhecimento, além de orgulhar os sócios da BR Brew, também foi o indicativo necessário para demonstrar que havia demanda para aumentar a produção. A partir dessa constatação, a companhia está ampliando a sua estrutura em Sertãozinho. Assim, além de ter a possibilidade de aumentar o volume, ela também poderá ajudar as ciganas que utilizam a sua fábrica.

“Mais do que isso (os prêmios) o que nos enche de orgulho e nos faz enxergar que estamos no caminho certo é ver a excelente aceitação dos consumidores nos pontos de venda”, comenta Patrick Bannwart, um dos sócios e mestre-cervejeiro da BR Brew, ao Guia.

“Reflexo disso é a ampliação que estamos fazendo na fábrica para poder aumentar nossa capacidade produtiva, além de ter mais recursos técnicos para poder obter cada vez mais qualidade em nossos produtos e também nos produtos de nossos parceiros ciganos. Com isso, todos ganham, nós e nossos clientes ciganos, uma vez que possuem uma excelente estrutura de trabalho”, acrescenta Patrick.

Novas parcerias
Um exemplo dessas parcerias se deu quando a BR Brew tinha apenas um mês e, ao lado da Lund e da SP 330, ambas de Ribeirão Preto, lançou a Sex Machine, uma White IPA colaborativa que uniu James Brown e uma paródia com garapa.

Esse tipo de iniciativa poderá se tornar mais comum a partir da ampliação da estrutura da BR Brew, que deverá estar concluída em julho, como detalha o seu sócio e mestre-cervejeiro.

“A ampliação iniciou em março desse ano e dever ser finalizada em julho. Nesse primeiro momento, não aumentaremos nossa capacidade produtiva, que atualmente é de 15.000 litros por mês. Mas nos dará melhores condições de iniciar nossa produção de garrafas, uma vez que teremos uma câmara fria maior para estocá-las de maneira refrigerada (já que não serão pasteurizadas), além de termos mais espaço para armazenamento de garrafas vazias, rótulos, caixas de papelão, etc”, explica.

Patrick destaca, também, que a cervejaria aumentará a capacidade de refrigeração dos tanques, conseguindo ter melhor controle das temperaturas de fermentação e maturação e “já nos deixando preparados para o momento que quisermos colocar mais tanques. Além disso, adquirimos um filtro para cerveja que ajuda a aumentar nosso rendimento de produto por tanque produzido e também auxilia na melhoria dos produtos que vão para as garrafas, reduzindo os sólidos que podem ficar em suspensão”.

Long neck contra a crise
Esse crescimento estrutural vem inspirado na própria experiência da BR Brew, que surgiu dentro de um contexto pouco amigável para investimentos, com um cenário de crise econômica, social e política que dificultava o surgimento de novos empreendimentos. Mas a cervejaria acredita ter conseguido prosperar mesmo nessa situação.

“Avaliamos nosso primeiro ano de maneira muito positiva, levando em consideração todas as turbulências econômicas e políticas que o país enfrenta no momento. E, mesmo assim, temos conseguido prosperar e obter conquistas no mercado cervejeiro, que é cada vez mais concorrido”, avalia Patrick.

A ampliação da fábrica faz parte de um contexto de novidades que a BR Brew prepara para os próximos meses. A cervejaria pretende, por exemplo, lançar os seus rótulos em garrafas long neck. Além disso, trabalha em novas receitas, sejam próprias ou colaborativas, e prepara a abertura de uma “biergarten” na sua fábrica em Sertãozinho.

“Nos próximos meses, iremos iniciar nossa produção de garrafas. Estamos finalizando os últimos detalhes para isso”, revela Patrick. “Iniciaremos com nossos quatro rótulos já lançados em versão chopp, que são Ultima Gota (Kellerbier), Coração de Pedra (Session IPA), Amigo da Onça (Catharina Sour) e Sangue no Zóio (Red IPA). Teremos somente long neck com o intuito de chegar com um preço mais acessível ao consumidor, além de promover o consumo mais descolado da cerveja artesanal.”

Presente de aniversário
Pensando em novas iniciativas, mas também fazendo um balanço dos desafios encarados para se consolidar no mercado de artesanais em um ano tão atribulado, a BR Brew aponta para uma dificuldade que rende reclamações generalizadas do setor: a tributação. Uma carga de impostos menos pesada, portanto, poderia ser um belo presente para a companhia.

“Nossos principais desafios creio que sejam os mesmos dos nossos companheiros de mercado, que são burocracia dos órgãos públicos, tributação abusiva (sim, o governo é nosso 7º sócio, e diria que é o majoritário), custos com logística muito elevados, matérias-primas caras e concorrência desleal perante os grandes players”, lamenta Patrick, antes de concluir.

“Com essa somatória de fatores torna-se mais difícil produzir cervejas artesanais com qualidade e preço mais justos, o que facilitaria o acesso aos produtos pelos consumidores”, complementa.


0 Comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password