Queda em novembro amplia baquena indústria de bebidas alcoólicas
Últimos destaques Novo

Queda expressiva em novembro amplia baque na indústria de bebidas alcoólicas

novembro
Produção industrial do setor caiu 7,2% em novembro e, mesmo depois de bom início, acumula queda de 1,3% em 2018

A produção industrial de bebidas alcoólicas ampliou a tendência negativa em novembro. Caiu 7,2% na comparação com o mesmo período de 2017, segundo dados divulgados nesta terça-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Manteve, assim, o cenário de baixa dos três meses anteriores.

Essa redução sequencial ampliou os números negativos de 2018. Depois de um início promissor, a produção do setor sentiu o baque do consumo e aponta agora baixa de 1,3% no acumulado do ano. E também há registro de redução nos últimos 12 meses, de 0,6%.

Cenário parecido viveu a fabricação de bebidas não alcoólicas em novembro: caiu 0,7% na comparação com o mesmo período de 2017. Apesar disso, registra alta de 2,1% em 2018. E o resultado é positivo em 1,9% nos últimos 12 meses.

Como havia ocorrido nos meses anteriores, a indústria de bebidas também apresentou queda, agora de 4,2% na variação porcentual mensal. No ano, por sua vez, há crescimento acumulado de 0,3%, enquanto o índice dos últimos 12 meses é de 0,6%.

A queda da fabricação de bebidas em novembro se deu em um cenário de crescimento tímido da produção industrial brasileira. Na comparação entre outubro e novembro, a expansão foi de 0,1%. Mas quando a base é o mesmo período de 2017, o índice é negativo em 0,9%.

“Em novembro de 2018, a produção industrial nacional variou 0,1% frente a outubro (série com ajuste sazonal), interrompendo quatro meses seguidos de taxas negativas”, explica o IBGE. “Os índices acumulados do ano (1,5%) e nos últimos 12 meses (1,8%) continuam positivos, mas o setor seguiu mostrando perda de ritmo frente aos meses anteriores.”


0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password