Balcão do José Bento: O mercado de cerveja está crescendo?

Balcão do José Bento: O mercado de cerveja está crescendo?

No ano passado o Guia perguntou sobre o mercado de 2018 e perspectivas a 2019 para vários especialistas do ramo. Lendo as respostas, comentários e notícias veiculados por várias publicações, uma informação é comum e chama atenção: “O mercado de cerveja artesanal está crescendo”. É fato que a cada dia mais pessoas se interessam por cerveja artesanal, e que mais e mais fábricas aparecem no Brasil. Mas é fato também que o crescimento da demanda não vem acompanhando o crescimento da oferta. Vejamos.

O Brasil fechou o ano de 2018 com 889 cervejarias registradas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), contra 679 no final de 2017. Rio Grande do Sul, São Paulo e Minas Gerais encabeçam a lista das maiores concentrações de fábricas. Esse número é referente às cervejarias com plantas próprias registradas. Não contempla as ciganas. Aí, creio eu, a conta passa de 10 vezes esse número.

Pois bem. É certo que a oferta cresceu absurdamente, mas e o consumo?

Não encontrei números atualizados de consumo em nenhuma fonte confiável. Os dados mais recentes são do Instituto Nielsen e mostram queda nos anos de 2015, 2016 e 2017. Eu, como cervejeiro cigano e vendedor de cerveja, arrisco dizer que as vendas no ano passado não aumentaram. Se cresceram timidamente, com certeza não acompanharam o crescimento da oferta. O que mais ouço das cervejarias é que está difícil vender.

O custo é alto, o imposto é alto, o trabalho é grande e isso faz com que o consumidor encontre preços altos nas gôndolas de supermercados e lojas especializadas. Isso não ajuda a aumentar as vendas. Muito pelo contrário.

Mas vamos à parte boa: esperança. Acredita-se que em 2019 o consumidor apareça. Aí entra o ponto mais importante, que tem sido esquecido: como trazer esse pessoal? Muito se fala na redução da carga de impostos e, claro, precisamos disso. Existe o problema dos insumos vinculados ao dólar, que é difícil de se resolver. Mas pouco se fala do principal: forma-se consumidor somente com disseminação de conhecimento. Simples assim.

Precisamos de mais pessoas falando de cerveja artesanal de forma clara e simples. Sem gourmetização, sem esnobismo, sem aquela crença de que eu bebo IPA, então sou melhor que o coleguinha que prefere cerveja de trigo.

Precisamos trazer o pessoal que quer conhecer coisas diferentes, trazer o pessoal que gosta de culinária para harmonizar com cervejas. O pessoal que gosta de boteco, de beber Pilsen (Pilsner, German, Bohemian ou Standard Lager) artesanal, de cervejarias independentes. Trazer o consumidor para a qualidade da cerveja artesanal de verdade. É preciso cursos, bate-papo, oferecer aquela cerveja bacana para amigos e amigas, dentro de um estilo que vá agradar o paladar do outro – e não só o meu. Tudo isso é importante para realmente formarmos um mercado.

Vamos dizer que o mercado de cerveja vai crescer! E vamos dizer que só depende de nós.

Prost e vida longa!

*José Bento Valias Vargas é um dos fundadores da Acerva-MG, sócio da Lamas Brewshop BH e da cervejaria Dunk Bier

1 Comment

  • Jairo Reply

    6 de Fevereiro de 2019 at 17:24

    Olá, José. Tudo bem ?
    Sobre o crescimento do mercado cervejeiro, um segmento que poderá contribuir para esse crescimento, talvez seja o turismo. Cada vez mais, as cervejarias artesanais/especiais, são procuradas como atrativos turísticos. E nesse, caso um personagem importante, é o guia de turismo. Assim como temos profissionais, especializados em atrativos naturais, parques temáticos entre outros, podemos e devemos ter guias qualificados e conhecedores das cervejas de uma determinada região para disseminar as informações necessárias sobre as cervejas.
    Sou Guia de Turismo e proprietário de Agência de Turismo em Teresópolis e busco, cada vez mais conhecer melhor, esse mercado. Inclusive, somos parceiros da Rota Cervejeira/RJ.
    Vamos estreitar esse laço. ?
    Vida Longa!

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password