Infográfico: Onde estão concentradas as artesanais no Brasil | Guia da Cerveja
Últimos destaques Novo

Infográfico: Onde estão concentradas as artesanais no Brasil

cervejarias estão concentradas nas regiões Sul e Sudeste
Levantamento do Ministério da Agricultura apontou crescimento de 23% das artesanais, embora concentração ainda seja desigual

O setor cervejeiro está de vento em popa. Nesse mês, um levantamento do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) mostrou que o crescimento do setor continua em ritmo acelerado. Assim, o país chegou a 835 cervejarias registradas. Trata-se de um crescimento de 23% nos primeiros 9 meses de 2018, embora a concentração ainda seja desigual.

O resultado vem após anos de crescimento significativo na última década. Na análise do diretor da Escola Superior de Cerveja e Malte (ESCM), Carlo Bressiani, os números não deixam dúvidas: a artesanal não é uma tendência, e sim um setor consolidado e em expansão.

“Os números apresentados trazem uma visão bastante positiva tanto sob o ponto de vista de representatividade quanto no que tange as possibilidades de ocupar espaços que ainda não estão cobertos pelo segmento”, explica ele.

No entanto, o estudo mostra um setor ainda mal distribuído. “Os estados do Sul e do Sudeste ainda reúnem mais de 80% dos negócios desse segmento no país e em regiões muito específicas mesmo dentro desse universo”, avalia Bressiani, que ainda enxerga potencial para crescimento país afora. “Além dos estados do Centro Oeste, Norte e Nordeste, dentro dos grandes eixos é possível expandir a atuação de cervejarias”.

Assim, para ilustrar esse desequilíbrio, é possível fazer uma conta simples: nas regiões com maior concentração, há uma cervejarias para cada 70 mil habitantes. Se essa média se repetisse em todos os estados, o Brasil teria quase 3 mil fábricas. “Entendo que é mais uma motivação para que o setor aponte para o alto e adiante”, conclui Bressiani.

Onde ficam
Segundo o levantamento, a concentração se dá nas principais regiões metropolitanas das capitais nacionais. Além delas, os entornos de algumas cidades são bastante profícuos. Os polos mais aquecidos são os de Nova Lima-MG, Caxias Do Sul-RS, Nova Friburgo-RJ, Sorocaba-SP, Juiz De Fora-MG, Ponta Grossa-PR, Joinville-SC, Petrópolis-RJ, Blumenau-SC, Ribeirão Preto-SP, Farroupilha-RS, Novo Hamburgo-RS, Aparecida De Goiânia-GO, Pinhais-PR, Santa Cruz Do Sul-RS e Campinas-SP.

Veja os números do mercado brasileiro no gráfico preparado pelo Guia da Cerveja:

REgiões Sul e Sudeste concentram cervejarias brasileiras


0 Comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password