Ambev investirá R$ 700 mi para construir sua 1ª fábrica de latas no Brasil
Últimos destaques Novo

Ambev investirá R$ 700 mi para construir sua primeira fábrica de latas no Brasil

latas
Romeu Zema, governador de MG, e Bernardo Paiva, presidente da Ambev, no anúncio da construção da fábrica sustentável de latas em Minas

A Ambev iniciou a construção de sua primeira fábrica de latas no Brasil. A novidade ficará em Sete Lagoas (MG), ao lado da cervejaria que leva o nome da cidade, e inicialmente irá abastecer a demanda de Sete Lagoas, Juatuba e parte das operações da região Sudeste. A previsão é de que as obras sejam concluídas em 2020.

Mais de R$ 700 milhões serão dedicados à construção da fábrica, que permitirá à Ambev levar aos mineiros uma bebida produzida desde a receita até a embalagem 100% em Minas Gerais, segundo descreve a cervejaria. A nova unidade abrigará duas linhas de produção de latas, uma linha de produção de tampas e funcionará com energia 100% renovável.

“Estamos muito felizes em anunciar o início da construção da primeira fábrica de latas de uma empresa de bebidas do Brasil, que irá abastecer inicialmente as nossas operações do Sudeste. Essa iniciativa vai nos ajudar a entregar o volume crescente no Brasil”, explica Bernardo Paiva, presidente da Ambev.

Leia também: Após Skol perder posto de marca mais valiosa, Ambev anuncia que investirá R$ 2 bi

Minas Gerais, aliás, vem se tornando um polo de investimentos da companhia. Nos últimos cinco anos, a Ambev destinou R$ 2,2 bilhões nas operações que possui em Uberlândia, Juatuba e Sete Lagoas, além de centros de distribuição em solo mineiro.

A Ambev afirma ainda que vem realizando uma série de investimentos socioambientais no estado. A unidade de Sete Lagoas, por exemplo, é referência no consumo sustentável de água, utilizando 2,52 litros para cada 1 litro de cerveja produzido, segundo descreve a empresa.

Já a usina solar de Uberlândia, que deve entrar em funcionamento neste ano, será responsável por garantir que quase 2 mil toneladas de CO2 deixem de ser emitidas. E o projeto Bacias promove a recuperação ambiental da bacia do Ribeirão Jequitibá, ao recuperar hectares da mata local, melhorar a qualidade da água e diminuir o risco de indisponibilidade hídrica na região.

A companhia também aponta que vem estimulando o empreendedorismo na região. Um exemplo, segundo a Ambev, veio em uma iniciativa realizada na quarta-feira, quando fez um evento para 300 empreendedores mineiros e compartilhou seus conhecimentos em gestão com empresas parceiras, além de amplificar suas relações comerciais.

Fábrica de garrafas
Outra fábrica do setor a ter sido aberta recentemente em Minas foi da Verallia. Considerada uma das três maiores fabricantes de embalagens de vidro do mundo, a multinacional inaugurou uma moderna planta industrial em Jacutinga, no interior de Minas Gerais. O investimento foi de 77 milhões de euros (cerca de R$ 330 milhões).

Leia também: Multinacional de garrafas inaugura fábrica de R$ 330 milhões em MG

A planta vai atender os segmentos cervejeiro, alcoólico e vinícola com garrafas nas cores âmbar e verde. A empresa explica que a indústria de Jacutinga possui um sistema de tratamento de emissões atmosféricas (precipitador eletroestático) de última geração e, também, uma estação de tratamento de efluentes, doméstico e industrial, em circuito fechado. Assim, eles serão reaproveitados internamente, sem descarte externo.

Além disso, a fábrica conta com forno de última geração e layout de produção em “U”, que permite maior sinergia entre as atividades e maior visibilidade das máquinas.


0 Comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password