fbpx
breaking news New

Crescimento moderado da Ambev em 2019 confirma acirramento do setor

Ambev teve crescimento de 3,2% nas vendas de cerveja no ano passado, chegando a um montante de 80,263 milhões de hectolitros

A divulgação pela Ambev do balanço do quarto trimestre de 2019 apontou crescimento considerado modesto nesse período, confirmando um cenário de forte concorrência para a cervejaria no mercado brasileiro, ainda que a multinacional continue sendo a líder do setor.

Os dados divulgados apontaram que a Ambev registrou aumento de 1,4% no volume de cerveja vendida no Brasil no quarto trimestre de 2019 na comparação com o mesmo período do ano anterior, chegando a 23,597 milhões de hectolitros. Já no total de 2019 a alta foi maior, de 3,2% em relação a 2018, com um montante de 80,263 milhões de hectolitros nos 12 meses.

As dificuldades para a Ambev ficam mais claras quando se vê que o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado da companhia atingiu R$ 6,924 bilhões no quarto trimestre, uma queda de 9,3% ante o mesmo período do ano anterior. Na comparação de 2019 com o ano anterior, a redução foi de 2,5%, para R$ 21,147 bilhões.

Leia também – Vendas fracas derrubam balanço da Ambev; Consultorias preveem fim de ano difícil

A avaliação do mercado para esse encolhimento foi de que a Ambev conseguiu manter a sua participação no mercado com a manutenção de preços e o uso de promoções para lidar com a concorrência. Além disso, as despesas foram impactadas pelas altas do câmbio e do preço das commodities.

“Isso mais uma vez ressalta o quanto o mercado de cerveja brasileiro se tornou mais difícil com base no fim do monopólio virtual da Ambev, no crescimento do consumo em casa, na erosão do valor da marca do segmento mainstream e na falta de escalabilidade no segmento premium, o que coloca o notável poder de preço da Ambev e margens operacionais em risco”, afirmou o relatório de análise do BTG.

O balanço também apontou que a receita líquida da Ambev cresceu 1,2% no quarto trimestre de 2019, para R$ 7,561 bilhões. Porém, considerando a receita líquida por hectolitro, houve queda de 0,2%. Já em 2019, a receita líquida teve elevação de 5,6% ante 2018, enquanto a receita líquida por hectolitro aumentou 2,4%.

Já o lucro líquido atribuído ao controlador foi de R$ 4,099 bilhões no quarto trimestre de 2019, alta de 22% na comparação ao mesmo período do ano anterior. Já em 2019, o montante foi de R$ 11,780 bilhões, 7,13% maior do que em 2018. O lucro líquido ajustado da Ambev foi de R$ 4,633 bilhões no quarto trimestre de 2019, 24,4% a mais do que o mesmo período do ano passado. Em 2019, por sua vez, o crescimento do lucro líquido ajustado foi de 8,5% na comparação com 2018, chegando aos R$ 12,549 bilhões.

E a receita líquida da Ambev caiu 1% no quarto trimestre de 2019 em relação ao mesmo período de 2018, para R$ 15,856 bilhões. No total de 2019, houve alta de 4,7%, para R$ 52,599 bilhões, em relação ao ano anterior.

0 Comentário

    Deixe um comentário

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember meLost your password?

    Lost Password