fbpx
breaking news New

‘Bares precisam acompanhar qualificação do cliente’, diz presidente da Abrasel-SP

Para Percival Maricato, interesse do público por novas experiências gastronômicas é o que motiva o crescimento da demanda por artesanais

Os bares e restaurantes são pontos de venda fundamentais para a indústria cervejeira como um todo. Nos últimos 20 anos, a cultura de comer e beber fora de casa provocou um crescimento exponencial desse mercado, impondo a necessidade de o segmento se manter qualificado e atualizado. Atualmente são quase 1 milhão de estabelecimentos em todo o país, segundo o Sebrae, entre bares, restaurantes, lanchonetes, cafés e afins.

Esse crescimento ocorreu porque os consumidores passaram a se interessar por experiências diferenciadas, que envolvem desde o atendimento até o ambiente e o cardápio oferecido pelos estabelecimentos. A cerveja acompanha essa mudança cultural.

Leia mais – Com foco na experiência, artesanais chegam às pizzarias e restaurantes tradicionais

E, para Percival Maricato, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de São Paulo (Abrasel-SP), o interesse do público por novas experiências gastronômicas é o que motiva o crescimento da demanda por cervejas artesanais nos bares e restaurantes.

“O que se constata foi uma continuação da qualificação do consumidor e da variedade e qualidade correspondente de cervejas. Este é um processo de aculturação do público, que começou pela gastronomia, passou pelo vinho, pelo café e chegou na cerveja”, diz Percival.

Ele ressalta que a cerveja sempre foi a bebida predileta nos estabelecimentos, sendo muito mais consumida do que destilados e vinhos. Mas agora a demanda por rótulos artesanais é o que chama a atenção.  “Isso parece que é uma tendência contínua, as cervejas especiais continuam crescendo cada vez mais dentro do portfólio de cervejas. O público brasileiro prefere a cerveja”, conta ele.

“Eu me lembro que fui há 25 anos para os Estados Unidos ver microcervejarias, e existiam muitas, tanto na costa Oeste quanto Leste. Era raro entrar em uma cidade grande que não tivesse uma variedade grande de cervejas. E isso chegou ao Brasil com força total”, completa o presidente da Abrasel-SP.

Crise e pandemia
Assim como outros segmentos, o setor de bares e restaurantes está apreensivo com a crise econômica, acentuada pela pandemia do coronavírus. Maricato diz que o segmento precisa se fortalecer com qualidade, oferecendo sempre novidades e diferenciais no mercado.

“O nosso setor está cada vez mais concorrido. Além da diversificação da oferta de produtos dentro do mercado, existe a evolução dos próprios estabelecimentos, que precisam não só atender o consumidor que está mudando, como concorrer com os muitos outros estabelecimentos que querem conquistar esse consumidor”, aponta o especialista, para depois finalizar.

“Quem quiser sobreviver no mercado tem de ser melhor sempre, procurar uma diferenciação dos concorrentes”, adverte o presidente da Abrasel-SP.

0 Comentário

    Deixe um comentário

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember meLost your password?

    Lost Password