fbpx
breaking news New

Acordo com iFood promete injetar R$ 600 mi de capital de giro no setor de bares

ifood
Abrasel e iFood acertaram redução no prazo de pagamento para bares e restaurantes de 28 dias para uma semana

O isolamento provocado pela pandemia do novo coronavírus ameaça severamente o setor de bares e restaurantes. O faturamento de alguns estabelecimentos já caiu entre 30% e 70% em algumas cidades, segundo aponta a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). Mas a própria instituição vem buscando meios de minimizar esse impacto. E o mais recente movimento veio em um acordo com o iFood que resultou em um importante pacote de benefícios.

Leia também: Cervejarias e pubs fecham e adiam eventos para evitar contágio

Na medida mais efetiva do acordo, houve redução no prazo de pagamento do iFood para bares e restaurantes de 28 dias em média para uma semana. Tal benefício, conforme detalha a Abrasel, injetará cerca de R$ 600 milhões de capital de giro no setor de alimentação fora do lar.

Outra medida acertada visa beneficiar restaurantes independentes, ou seja, aqueles que não estão ligados a grandes redes: o iFood irá disponibilizar até o dia 25 de março um fundo de ajuda de R$ 50 milhões. Este valor será para reembolsar despesas que bares e restaurantes irão gastar com taxas, garante a Abrasel.

“Um pacote interessante na linha do que buscamos. Estamos em conversas com empresas dos meios de pagamentos e outros grandes players do nosso setor. Ao longo dos dias teremos grandes avanços”, aponta Paulo Solmucci, presidente da Abrasel.

“Nossa prioridade é o diálogo com o governo federal na questão do pagamento dos salários ou seguro-desemprego para os funcionários de estabelecimentos. Temos avançados e confiamos na sensibilidade do governo”, acrescenta o presidente da associação.

Cuidados especiais
Para esclarecer quais os procedimentos corretos no combate ao novo coronavírus, a Abrasel também lançou nesta quinta-feira um e-book com dicas sobre cuidados higiênicos que estabelecimentos e entregadores de delivery devem tomar.

Leia também: Entrevista: Covid-19 derruba faturamento do setor e Abracerva mira apoio federal

“De forma clara, ágil e didática, o e-book enumera os principais pontos de atenção para que a disseminação do vírus seja minimizada entre o setor de alimentação fora do lar”, detalha a associação.

Para acessar o ebook, clique aqui.

0 Comentário

    Deixe um comentário

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember meLost your password?

    Lost Password