Primavera cervejeira: Dicas de harmonização para a estação mais querida
Últimos destaques Novo

Primavera cervejeira: Dicas de harmonização para a estação mais querida do ano

primavera flor de abobrinha
Estação abre portas para ousadias em harmonização, como a flor de abobrinha acompanhada da Blanche de Bruges, da De Halve Maan

A primavera é a estação do ano mais festejada na história da humanidade. Isso porque ela nos tira do inverno, do frio e dos períodos com menos sol. Em países tropicais, como o Brasil, talvez essa diferença de uma estação para outra não seja tão grande, pois mesmo no inverno temos sol e calor. Mas, em grande parte do mundo, a chegada da primavera sempre foi muito comemorada por permitir a retomada dos plantios e das colheitas.

Ela nos traz o sol de volta, temperaturas altas e mais umidade, que são fundamentais para o crescimento das plantas, deixando as paisagens mais coloridas e alegres. Esse renascimento provocado pela primavera sempre foi tema de poesias e músicas, com suas analogias ao recomeço e à esperança. Por tudo isso, a primavera é a estação do ano mais simbólica que existe.

Leia também: 7 Oktoberfests para curtir no Brasil

Há, também, uma união perfeita entre cerveja e primavera. Primeiro porque a bebida depende diretamente da agricultura e da natureza. E é na primavera que começa o ciclo de crescimento dos lúpulos (que são colhidos no final do verão) e as plantações de cevada ficam mais vistosas.

Depois, assim como a primavera, a cerveja também tem muita importância na história da humanidade. Além disso, há uma influência grande da primavera na culinária, não só pelo aumento das temperaturas, mas também da oferta de frutas, legumes e verduras.

Para celebrar a primavera com cerveja, o Guia ouviu especialistas para dar dicas de harmonização. A sommelière e tecnóloga cervejeira Anne Galdino, também especializada em harmonizações, destaca a alegria e as cores da estação. “Para a primavera pensamos em alimentos coloridos, leves, e harmonizar isso com cerveja se torna ainda mais leve e alegre”, explica Anne, que foi a primeira mulher a vencer o reality show Eisenbahn Mestre-Cervejeiro, em 2018.

Na mesma linha, o sommelier Rodrigo Sena, que também é especializado em harmonizações, destaca a importância dos alimentos vindos direto da natureza. “A estação pede pratos e bebidas leves que conversem com ingredientes frescos, vindos diretamente da terra”, salienta ele.

4 Dicas de harmonização na primavera

1 – Moqueca de Camarão no Abacaxi com Bottega Mungunzá

Bottega Mungunzá

Anne Galdino mora na cidade de Teresina, capital do Piauí, onde tem uma marca de cervejas chamada Bottega Birra & Vino. Ela utiliza nas receitas muitos ingredientes que tenham a ver com a região. A dica dela é unir abacaxi com camarão, um casamento que dá uma incomparável sensação de leveza. “Uma deliciosa moqueca de camarão no abacaxi traz todo o frescor que queremos para essa estação”, explica. A dica dela é harmonizar essa moqueca com o rótulo Bottega Mungunzá, uma Cream Ale com 4,5% de teor alcoólico, refrescante, que possui flocos de milho e coco na receita. “Imagina a complementação de sabor que o coco dá a esse prato. Eu já salivei aqui, e você? ”, brinca Anne.

2 – Flores de Abobrinha com Blanche de Bruges

Publicidade
Blanche de Bruges

Não é muito comum no Brasil, mas na Ásia as flores comestíveis são usadas em pratos e sobremesas há muito tempo, e não só para decoração. As flores podem ser doces, picantes, cítricas, amargas, e com muitos outros sabores. “A flor é a imagem que simboliza a primavera, portanto, pratos que contenham flores têm tudo a ver com a estação”, reforça Rodrigo Sena. 

A dica é uma porção de flores de abobrinha empanadas e fritas, recheadas com ricota e manjericão. Para harmonizar, uma clássica Witbier Belga, a Blanche de Bruges da cervejaria De Halve Maan. “A cerveja é leve e refrescante, com o coentro que conversa direto com o manjericão da comida, notas cítricas da cerveja complementando a ricota, e a ótima carbonatação e acidez da Witbier equilibrando a gordura da fritura”, orienta Rodrigo. 

3 – Alcachofra ao Molho de Ervas com Dortmund The White IPA

Dortmund The White IPA

Muita gente não sabe, mas a alcachofra é uma flor. Nesse prato, a flor é temperada com alho, limão, sal e molho feito com manjericão, salsinha, tomilho, cebolinha, azeite e tomate. Um prato leve, mas com variedade de sabores. “No prato temos o amargor da alcachofra e a acidez do limão regados com um molho bem refrescante. Para harmonizar com essa combinação toda é necessária uma cerveja que também tenha muitos sabores, mas sem ter mais potência do que o prato”, aponta Rodrigo. A dica de harmonização do sommelier é a Dortmund The White IPA, uma variação de American IPA que contém trigo. “Na cerveja temos muito frescor, notas cítricas, herbais e condimentadas, além do amargor dos lúpulos que irá amenizar o amargor da alcachofra para criar um novo sabor. É uma harmonização que muda tanto a cerveja quanto o prato.”

4- Salada de Frutas Cremosa com Kriek Boon

Kriek Boon

O colorido e o frescor de uma salada de frutas têm tudo a ver com a primavera. As frutas são variadas nas cores e nos sabores, como banana, laranja, mamão, maçã, morango, uva, kiwi, abacaxi, melão, pera, cereja e muitas outras. Ainda, para dar cremosidade à sobremesa, acrescentamos creme de leite e leite condensado, deixando a salada de frutas doce, cremosa e refrescante. “Aqui vamos escolher uma cerveja frutada, que irá colaborar com o mix da salada, e também com acidez para equilibrar a untuosidade do creme de leite e o dulçor do leite condensado”, explica Rodrigo. Para esta harmonização, ele indica a Kriek Boon, uma Lambic tradicional da Bélgica que contém adição de cereja.


0 Comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password