Ser ou não ser: Invicta atende clamor e dá guinada com série frutada
Últimos destaques Novo

Ser ou não ser: Invicta atende ‘clamor popular’ e dá guinada com série frutada

invicta
Reconhecida pela excelência de suas cervejas fortes e lupuladas, Invicta lança série para consumidor comparar Fruit Beer e Catharina Sour

A Invicta decidiu deixar de lado o ditado popular de que “não se mexe em time que está ganhando”. E, para isso, apostou em outra frase conhecida, um clássico da literatura de Shakespeare pronunciada por um não menos clássico Hamlet: To be, or not to be.

Mas ela veio em forma de paródia. A reinterpretação da Invicta diz respeito a uma nova linha de cervejas que acaba de lançar, a Finito, com duas Fruit Beer e duas Catharina Sour feitas com as mesmas frutas, para que possam ser comparadas. Daí surgiu a inevitável questão: Sour or not too sour?.

A reflexão shakespeariana, porém, indica também uma possível reinterpretação de identidade da própria Invicta, uma marca reconhecida pela excelência de suas cervejas fortes e lupuladas, como a 1000 IBUs, que se tornou um clássico nacional. Nada mais natural, então, que a aposta em cervejas frutadas venha acompanhada de um divertido “ser ou não ser, eis a questão”.

Uma questão, aliás, que nasce após a marca ouvir o seu próprio público. Afinal, de acordo com Rodrigo Silveira, mestre cervejeiro e diretor da Invicta, a alteração na rota se deu após o apelo dos consumidores.

“É preciso ouvir o público e inovar sempre. A inspiração das novas cervejas nasceu com o desejo de desenvolver algo diferente e, ao mesmo tempo, refrescante. Atendemos aos pedidos dos nossos clientes e trouxemos um estilo mais leve, que somado às frutas proporciona essa sensação. As cervejas são ótimas para serem apreciadas no clima tropical brasileiro”, conta Rodrigo ao Guia.

A série Finito
Essa aposta da Invicta originou a série Finito, composta por quatro rótulos: dois de frutas amarelas e dois de frutas vermelhas. Cada um deles resultou em uma Fruit Beer, refrescante e mais adocicada, e uma Catharina Sour, primeiro estilo de cerveja brasileiro reconhecido pelo Beer Judge Certification Program (BJCP), com acidez marcante e amargor mínimo. A proposta, assim, é que o consumidor possa responder a questão: Azedinho ou não muito?

As novas receitas estão sendo envasadas em latas de 437 ml e barris de chope. E o diretor da cervejaria promete novas surpresas para os cervejeiros a partir dessa guinada da Invicta.

“A nova linha Finito da Invicta trará edições limitadas de cervejas que serão produzidas em novas brasagens com capacidade de produção de até 1500 litros. A nossa ideia é proporcionar uma experiência inesquecível para os nossos clientes com cervejas e barris de chope. Serão grandes lançamentos que acontecerão com mais frequência. Já podemos adiantar que nesse mês ainda devemos ter mais uma novidade para os Invictos”, antecipa.

Rodrigo, contudo, lembra que a ação não é inédita, pois a marca já havia apostado no estilo Sour quando concebeu o rótulo Transatlântica Brett, em parceria com o alemão Sebastian Mergel (Bierfabrik) e o belga Sebastien Morvan (Brussels Beer Project).

“Nós já produzimos o estilo em parceria com a Bierfabrik (Alemanha) e o Brussels Beer Project (Bélgica), que é a Transatlântica com cajá. Nós fomos uma das primeiras cervejarias brasileiras a produzir o estilo Sour’, destaca.

Confira a descrição dos quatro novos rótulos da Invicta, de acordo com o material divulgado pela cervejaria.


0 Comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password