fbpx
breaking news New

Cerveja com inspiração nazista causa polêmica na Alemanha

cerveja nazista neonazista alemanha
Rótulo traz águia do reino, cruz de ferro e tipologia gótica, símbolos que têm relação direta com a estética nazista

Assim como o ex-secretário da Cultura Roberto Alvim imaginou que a estética nazista do discurso que resultou na sua demissão passaria “desapercebida”, uma marca de cerveja alemã também fez alusões à ideologia na identidade visual de seus produtos. Como consequência, a polícia local está investigando a venda de uma cerveja que ostenta em seus rótulos elementos da simbologia nazista.

Leia também – União Europeia supera a marca de 10 mil cervejarias

Tudo ocorreu em uma loja de cervejas da pequena cidade de Bad Birba, no estado da Baixa Saxônia. Ela colocou à venda a “Deutsches Reichsbräu” (cervejaria do império alemão, em tradução livre), um rótulo cuja identidade visual faz referência à estética nazista. E, quando ele se tornou público, houve fortes reações.

Há, na Alemanha, uma lei que proíbe o uso de símbolos nazistas. Apesar da águia do reino, da cruz de ferro (condecoração militar largamente usada pelos nazistas e evitada pelas forças armadas alemãs desde a Segunda Guerra Mundial) e da tipologia gótica não serem proibidas individualmente, não é difícil perceber que todos eles juntos remetem à estética nazista – mesmo que sem a suástica. 

No entanto, além do uso desses três elementos na embalagem, outras evidências da motivação nazista foram constatadas. A cervejaria que produziu o rótulo é de propriedade de Tommy Frank, um ativista de extrema-direita que já foi candidato ao parlamento estadual de Turíngia pelo Partido Nacional Democrata (NPD), considerado o partido de extrema direita mais inclinado ao neonazismo na Alemanha.

A cerveja também estava disponível no site da marca, que oferta outros itens colecionáveis com temática ligada a essa ideologia. E Frank também é dono de um bar na cidade de  Kloster Vessra, em Turíngia, onde moradores atestam que o local é palco frequente de encontros neonazistas.

Soma-se a isso o preço da cerveja, que carregava o que é possível entender como uma “mensagem subliminar”. Uma caixa de garrafas estava sendo anunciada por 18,88 euros. Nos círculos neonazistas, o número 18 pode ser lido como um código que remete à primeira e à oitava letras do alfabeto, iniciais de Adolf Hitler. Já os 88 centavos teriam ligação com a letra H repetida duas vezes, iniciais de heil Hitler, saudação nazista.

Críticas no Face
A cerveja à venda foi flagrada e divulgada pelo político conservador Götz Ulrich, que a fotografou e postou em sua página do Facebook, relatando sua decepção com a existência do produto em plena semana em que o país, a comunidade judaica e a Polônia celebraram o 75aniversário da libertação do campo de concentração de Auschwitz. “E o pior de tudo: a cerveja vendeu muito e está esgotada”, lamentou ele em seu post.

A loja que vendia a cerveja fazia parte de uma rede de franquias chamada Getränke-Quelle, que na sexta-feira anunciou o desligamento da unidade de Bad Bibra. “A loja de Bad Bibra não é administrada por nenhum funcionário nosso”, afirma a rede em nota.

“O franqueado local é independente e autorizado a vender produtos sem nos consultar. Até hoje (sexta, dia 24), não sabíamos da venda da Deutsches Reichsbräu. Nós entramos em contato com o administrador da loja imediatamente demandando a retirada dos produtos da loja. Nossa marca será removida na segunda-feira (dia 27)”, completa a nota da franquia.

(Com BBC e DW)

0 Comentário

    Deixe um comentário

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember meLost your password?

    Lost Password