breaking news New

Porto Alegre lidera alta da inflação da cerveja em outubro

Após liderar deflação em setembro, Porto Alegre viveu situação inversa em outubro ao apresentar alta de 4,64%

Porto Alegre voltou a ser o fiel da balança no preço da cerveja em domicílio. Mas, agora, foi pela razão inversa. Após liderar a deflação do produto em setembro, a capital do Rio Grande do Sul puxou a alta em outubro, que foi de 0,92% no país, de acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Leia também – Preço da cerveja no domicílio acelera em mês de inflação baixa

Se no país a alta não chegou a 1%, em Porto Alegre ela foi de 4,64%, sendo diretamente responsável pela elevação dos preços da cerveja em domicílio. Outras 13 cidades tiveram inflação entre as 16 capitais pesquisadas, com destaque para São Luís, com 1,68%, e Campo Grande, com 1,25%.

Do lado oposto, por sua vez, apenas duas capitais apresentaram deflação no preço da cerveja em domicílio. As baixas foram registradas em Belém, com queda de 1,58%, e na Grande Vitória, com redução de 0,61%.

Publicidade

Já os preços da cerveja fora do domicílio caíram 0,53% em outubro no cenário nacional. Campo Grande (-3,17%), Aracaju (-2,25%), São Paulo (-1,87%) e Rio Branco (-1,82%) lideram a deflação. Já as maiores altas se deram no Recife, com 1,65%, e em Belo Horizonte, com 1,28%.

Confira, a seguir, a variação do preço da cerveja no domicílio em outubro:
Brasil: 0,92%
Porto Alegre: 4,64%
São Luís: 1,68%
Campo Grande: 1,25%
Curitiba: 0,99%
Rio Branco: 0,85%
Rio de Janeiro: 0,59%
Aracaju: 0,59%
São Paulo: 0,57%
Brasília: 0,48%
Salvador: 0,47%
Goiânia: 0,40%
Recife: 0,24%
Fortaleza: 0,21%
Belo Horizonte: 0,09%
Grande Vitória: -0,61%
Belém: -1,58%

E a variação do preço da cerveja fora do domicílio em outubro:
Brasil: -0,53%
Recife: 1,65%
Belo Horizonte: 1,28%
São Luís: 0,96%
Grande Vitória: 0,70%
Porto Alegre: 0,43%
Fortaleza: 0,42%
Rio de Janeiro: 0,38%
Goiânia: 0,33%
Brasília: 0,16%
Curitiba: -0,29%
Belém: -0,50%
Salvador: -0,90%
Rio Branco: -1,82%
São Paulo: -1,87%
Aracaju: -2,25%
Campo Grande: -3,17%

0 Comments

    Leave a Comment

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember meLost your password?

    Lost Password