fbpx
breaking news New

5 presentes do Guia para o seu leitor

presente entrevistas Guia
Entrevistas trataram do mais variado leque de assuntos ao longo do ano. Confira 5 delas

Fazer jornalismo, muitas vezes, significa impor uma leitura pouco agradável. É assim no caso das “notícias ruins”. Em outros casos, o prazer pela leitura proporcionada pelo texto sequer entra em questão: pode ser chato, por exemplo, ler uma reportagem sobre algum aspecto econômico de um setor produtivo, mas é necessário – e, sabendo disso, o leitor não se incomoda.

Mas o mercado cervejeiro é pulsante, revolucionário e apaixonado. A maioria das páginas da história da cerveja brasileira ainda está por vir e há muita gente boa se esforçando para isso. Graças a isso, cobrir cerveja é maravilhoso e nós, da equipe do Guia, nos deleitamos com muitas das histórias e “causos” que temos a oportunidade de ouvir e levar ao leitor.

Para captar a essência, as sensações e os sentimentos envolvidos em cada história, nada melhor do que ver e ouvir seus personagens. Ao longo do ano, fizemos questão de preservar e destacar o formato de entrevistas em espaço nobre no Guia.

Agora, o Papai Noel dá ao leitor a possibilidade de reler algumas das entrevistas que publicamos ao longo do ano. Esperamos que gostem do presente.

Gigante das artesanais
Uma das “gigantes das artesanais” e autodeclarada “IPA mais vendida do mundo”, a californiana Lagunitas Brewing Company chegou ao Brasil sob a chancela do grupo Heineken, prometendo estar conectada com valores comunitários, apoiar artistas locais e associações que cuidem do bem-estar de cães abandonados. A gerente de marketing da marca, Renata Costa, detalhou quais são os planos da Lagunitas aqui. Releia a entrevista.

Monstro sagrado
De passagem pelo Brasil para uma série de eventos, o papa da cerveja radical, o cervejeiro norte-americano Randy Mosher, conversou com o Guia sobre criatividade, ingredientes locais e a persistência necessária para se chegar a boas receitas. Veja como foi o papo.

Do outro lado do rio
Tarimbado no mercado de importação de cervejas, Gilberto Tarantino costurou sua marca, que foi lançada em 2018, apostando em inovações significativas para o mercado nacional – da opção por determinados equipamentos à identidade de bairro que a marca assumiu ao longo desses primeiros anos. Em entrevista, Giba falou sobre o processo e os planos da Tarantino. Leia aqui.

Sem frescura
O renomado chef Ronaldo Rossi fez, após o lançamento de seu livro “Ronaldo Rossi, botecando e harmonizando”, uma súplica à originalidade, à simplicidade e à capacidade de aproveitar tudo o que a cerveja pode oferecer: amigos, encontros, experiências. A paulada que Rossi dá na cerveja “chata” de hoje em dia você confere aqui.

Orgulho do papai
Antonio Carlos Bernardes Gomes, falecido em 1994, sintetizava em seu icônico personagem Mussum a cultura, o vocabulário, as posturas e o humor possível no entorno da cerveja no século XX. Já no século XXI, seu filho Sandro Gomes também soube captar o espírito cervejeiro de sua época e, bebendo da fonte de criatividade do pai, criou a Brassaria Ampolis. O ano de 2019 foi essencial para a vida da marca, que passou a fazer parte do Grupo Petrópolis e ganhou proporções respeitáveis. Sandro conta essa história nessa entrevista.

0 Comentário

    Deixe um comentário

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember meLost your password?

    Lost Password