Após se consolidar em Ribeirão, IPA Day mira expansão nacional
Últimos destaques Novo

Após se consolidar em Ribeirão, IPA Day Brasil mira expansão nacional

Com 40 rótulos de 27 cervejarias neste ano, evento quer consolidar sua força com festas em São Paulo e Porto Alegre

Milhares de amantes de lúpulos se reúnem neste final de semana, em Ribeirão Preto, para uma verdadeira ode à India Pale Ale (IPA). É quando ocorre o tradicional IPA Day Brasil, um dos maiores festivais dedicados ao estilo no mundo e que, a partir deste ano, tem pretensões de chegar a outros grandes centros cervejeiros brasileiros.

Idealizado por funcionários da então independente Colorado em 2012, quando fizeram uma primeira edição no próprio galpão da cervejaria, o evento se fortaleceu ao longo dos anos e passou a ser organizado por dois egressos da marca.

Um deles é João Becker, cervejeiro caseiro que foi convidado em 2011 a fazer parte da equipe da Colorado depois que uma de suas receitas, uma Ginger Ale, se destacou pela qualidade. Na mesma época, o outro “pai” do IPA Day, o sommelier e designer pós-graduado em marketing Rafa Moschetta, assumia a gerência de marketing da companhia.

“O primeiro evento, em 2012, foi uma grande surpresa. As IPAs ainda não eram a febre que se tornaram no mercado cervejeiro e, mesmo assim, tivemos uma adesão incrível pelo tamanho do evento que pensamos. Já tínhamos uma boa massa crítica de hopheads que foi aumentando ao longo dos anos”, conta Moschetta ao Guia.

Atualmente, além de tocar o festival, a dupla de cervejeiros tem um brewpub temático em Ribeirão chamado Weird Barrel Brewing Co., com foco na produção de Ales inusitadas.

Paixão nacional
Uma multidão de cervejeiros país afora nutre uma verdadeira adoração pela IPA. É uma demanda que acompanha o mercado norte-americano, onde se tornou muito popular. “Existem IPAs nacionais bem acima da média das IPAs norte-americanas, que são as referências. E isso mesmo com o desafio das matérias-primas, custos e equipamentos”, elogia Moschetta, salientando a força do mercado nacional.

“A dificuldade da cadeia logística para levar o produto mais fresco ao consumidor é enorme, e isso talvez demore para ser resolvido. Mas temos muitos brewpubs e mesmo cervejas em lata ou garrafa que, mesmo com esse cenário, se destacam”, acrescenta o especialista.

Leia também – Chef Ronaldo Rossi explica 5 variantes de IPA e dá dicas de harmonização

Hoje existem muitas variações do estilo, originalmente surgido na Inglaterra no século 16. As tradicionais, portanto, são as inglesas, mas as mais populares são norte-americanas, além de vertentes alemãs e belgas – Session IPA, Black IPA, Double IPA, Brut IPA, West Coast IPA, New England IPA são algumas dessas variantes. 

Mas, seja qual for ela, uma cerveja no estilo deve ter como protagonista o lúpulo. Por isso, ao longo do tempo, os fãs de IPA ganharam apelidos “carinhosos” no meio cervejeiro, como hoplovers (amantes de lúpulo), hopheads (cabeças de lúpulo) e hophunters (caçadores de lúpulos).

Novidades e expansão
A edição de 2019 do IPA Day Brasil começou nesta sexta-feira com atividades no hotel oficial do evento (apelidado de Casa da IPA), encontros cervejeiros e visitas guiadas a quatro bares de marcas locais. Já no sábado acontece o festival e, no domingo, um almoço de despedida com porco no rolete. Muitos bares locais também participam com promoções especiais para os visitantes.

Publicidade

Neste ano, o festival contará com 40 rótulos de IPA feitos por 27 cervejarias diferentes, como Bodebrown, Dogma, Dortmund Bier, Goose Island, Invicta, Juan Caloto, St.Patrick´s Beer, Tarantino, Avós e Molinarius, entre outras. E a diversidade de sabores é grande: há desde receitas bem tradicionais até inusitadas, com algas marinhas, gengibre e jabuticaba, além de 10 rótulos inéditos.

“Nosso objetivo todos os anos é promover diversão e cultura cervejeira. Os hopheads são fanáticos por novidades e sempre buscamos surpreender. Este ano, além dos 40 rótulos de IPA, muitos exclusivos e colaborativas inéditas, teremos novas opções de gastronomia e de bandas. Também queremos surpreender com jogos temáticos”, revela Moschetta.

Outra novidade do evento é um desafio premiado para quem mostrar que é fã do festival. “Quem fizer uma tatuagem do logo do evento durante a festa, entrará gratuitamente no IPA Day Brasil para sempre. Temos 23 interessados cadastrados”, detalha o organizador da festa.

Rafa Moschetta, co-idealizador do IPA Day Brasil

Os organizadores, porém, não pretendem que o evento de Ribeirão Preto cresça em número de participantes para não comprometer a experiência dos visitantes. “Hoje entendemos que o tamanho do IPA Day em Ribeirão Preto é o ideal. São duas mil pessoas atendidas com conforto e em um ambiente ótimo, climatizado”, explica Moschetta.

Assim, o objetivo é aumentar a quantidade de festivais espalhados pelo país. Neste ano, por exemplo, já houve uma primeira edição do IPA Day na cidade de São Paulo e, segundo a organização, para 2020, estão programadas uma segunda edição paulistana, em 28 de março, e uma gaúcha, em Porto Alegre, em 15 de maio.

“Queremos apresentar eventos únicos em cada uma das cidades. Os IPA Days regionais incorporam características locais para apresentar conceitos próprios. Nosso objetivo principal continua o de sempre: crescer com sustentabilidade, fazendo eventos de qualidade tanto em relação ao lineup de cervejas, quanto no ambiente e atrações”, finaliza Moschetta.


0 Comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password