Zona Norte de SP ganha opção com taproom da La Caminera
Últimos destaques Novo

Zona Norte de SP ganha opção com taproom da La Caminera

la caminera cerveja zona norte
Taproom pretende atrair tanto público local da Zona Norte quanto cervejeiros que frequentam bairros mais badalados da cena artesanal

Distante dos principais centros cervejeiros da capital paulista, a Zona Norte de São Paulo ganhou uma nova opção para os amantes da cerveja artesanal: o taproom da cigana La Caminera, que expande o mapa de bares especializados concentrados nas zonas Sul e Oeste da cidade.

Leia também – La Caminera se divide entre orgulho local e ações de expansão

Criada por Kauê Secco e Márcio Moreira, moradores da região do Alto de Santana, a La Caminera inaugurou seu taproom com 13 torneiras. São 10 rótulos da casa e três de cervejarias convidadas que hoje são distribuídas pela marca (para a inauguração eram opções da mineira 3 Orelhas, de Gonçalves).

E a decisão de abrir o taproom em um local que não tem o mercado de artesanais tão forte – há ótimas opções de bares e restaurantes na região, mas poucos especializados em artesanais – é uma aposta da La Caminera no potencial de consumo dos moradores do bairro.

“Sentimos que há uma demanda por cerveja artesanal na região. No entanto, o morador da Zona Norte frequenta os bares perto de onde trabalham, seja na Zona Sul ou Zona Oeste”, avalia Márcio. “Com novas opções por aqui, é possível que esse hábito mude.”

Publicidade

Mas o bar da artesanal instalado na Praça Dr. Antônio Mercado, 34, com vista para a suntuosa figueira da praça, também funciona como uma “provocação” para que os fãs de artesanais, que hoje se concentram em poucos bairros da cidade, “cruzem a ponte” em busca de novas experiências.

De acordo com os sócios, o espaço foi planejado e decorado por eles próprios, em um processo que ocorreu em paralelo à expansão da marca, com os recentes lançamentos dos rótulos Ronin (Double West Coast IPA) e Apache (Juicy IPA).

“A ideia já era antiga e, após alguns meses planejando e buscando um imóvel que comportasse toda nossa estrutura e espaço para um bar, partimos para a ação”, detalha Kauê.

A decoração simples e aconchegante conta com artes do grafiteiro e artista plástico Caio Bless, responsável pelo painel que faz alusão à “A Criação de Adão”, executada na Capela Cistina por Michelangelo.

Além das 13 torneiras, a casa serve Gin Tônica e algumas opções de vinhos. Para acompanhar as bebidas há opções de tábuas de queijos e embutidos.


0 Comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password